Gestão de processos na construção civil: o segredo das construtoras de sucesso

Para representar a gestão de processos na construção civil escolhemos essa imagem de um homem e uma mulher no canteiro de obras. Ambos estão usando roupas típicas de obra, com colete, capacete e óculos de proteção. A mulher está segurando um computador e mostrando algo ao homem. Ele sorri.

Você já parou para pensar sobre a relevância da gestão de processos na construção civil? Neste artigo entenderemos melhor a relação da melhoria contínua em processos de negócios com o sucesso de empresas do setor da construção civil.

Sabemos que o segmento da construção civil no Brasil tem sofrido altos e baixos nos últimos anos. Por se tratar de um cenário complexo e cheio de variáveis, os efeitos da exposição aos índices econômicos e políticos desfavoráveis são inevitáveis.

Mesmo com resultados abaixo do esperado, alguns profissionais do setor mantêm o otimismo. Afinal, o Brasil é carente de infraestrutura e isso representa diversas oportunidades de crescimento.

Para impulsionar o setor, o governo tem criado algumas iniciativas, entre elas a Construa Brasil, programa lançado em abril de 2022 que tem como pilares a Desburocratização, a Digitalização e a Industrialização da Construção Civil.

O projeto também possui como foco impulsionar a utilização do BIM (Modelagem da Informação da Construção) no Brasil. Como esperado, a transformação digital é vista como aliada na retomada do crescimento da construção civil. 

Mas sabe sobre o que mais estamos falando quando trazemos esse temas à tona? Sobre processos! Não só os construtivos, mas todos os processos de negócios envolvidos nas organizações construtoras. 

Transformação digital não se faz apenas com tecnologia, é preciso gerenciar os processos da organização, especialmente os processos de negócios. A seguir vamos entender melhor a importância da gestão de processos na construção civil. 

Qual é o papel da gestão de processos na construção civil?

Primeiro, o que é gestão de processos de negócios? É uma disciplina que estuda e sugere técnicas, ferramentas e modelos para otimizar os processos de uma empresa.

Também conhecida como BPM (Business Process Management), a gestão de processos de negócios procura simplificar a forma como as empresas realizam suas tarefas para aumentar a eficiência.

Dessa forma, é possível agregar valor para os clientes e para a organização. Segundo o Business Process Management Common Body of Knowledge (BPM CBOK)®, “BPM envolve a definição, melhoria, inovação e gerenciamento ponderados, colaborativos e assistidos por tecnologia de processos de negócios de ponta a ponta para gerar resultados de negócios, criar valor e permitir que as organizações atinjam seus objetivos de negócios de forma mais eficaz.

Saiba mais sobre BPM no artigo: O que é BPM, BPMN e BPMS e para que serve cada um?

O Ciclo BPM

O BPM deve ser cíclico nas empresas. Isso significa que fazer gestão de processos vai além da aplicação pontual de melhorias ou da implementação de um novo sistema.

As fases do ciclo BPM podem variar de acordo com a literatura estudada, confira em detalhes no artigo: Ciclo BPM – Conheça as 6 etapas para cuidar dos seus processos como um profissional!

O mais importante é entender que a melhoria contínua de processos depende do cumprimento contínuo dessas etapas. E é nesse ponto que muitas empresas, não só da construção civil, pecam.

Organizações mais maduras na gestão de processos podem considerar essa característica como uma vantagem competitiva, pois elas estão mais preparadas para adaptar seus processos da forma mais efetiva. Mas e na construção civil?

A gestão de processos na construção civil

As construtoras estão inseridas em um ambiente complexo e competitivo. Mas, apesar das dificuldades, o setor tem importância vital para o país. 

Principalmente nos países em desenvolvimento, a importância da indústria da construção é gigantesca já que ela é a precursora da infraestrutura. Entre tantos fatores, isso se deve à globalização e à transformação digital.

Mas a concorrência no setor também é intensa, e gestores precisam buscar estratégias e ferramentas para melhorar a eficiência de seus negócios.

Uma empresa de construção pode ter muitos processos de trabalho, que são dinâmicos e complicados por natureza. É, portanto, importante compreender as possibilidades que a gestão de processos na construção civil pode proporcionar. 

Implementar um sistema BPMS pode ser uma dessas possibilidades.

 

O BPMS pode ajudar a otimizar diversos processos de negócios, como

  • Planejamento e coordenação de projetos – O sucesso de qualquer projeto depende em grande parte da solidez do plano e da coordenação eficiente dos recursos. Ao usar um BPMS, o planejamento do projeto se torna mais fácil e os recursos podem ser alocados para propósitos significativos
  • Elaboração do orçamento – O orçamento é uma das principais atividades. Pode ajudar na análise eficaz de orçamentos e nas cotações de preços. Um orçamento preciso pode ser feito usando os dados coletados de um bom BPMS.
  • Compras de materiais e contratação de serviços – Em uma obra é muito importante um bom controle das compras e contratações de serviços. Um bom BPMS integrado ao ERP pode ajudar a trazer mais organização e controle à operação.
  • Execução da obra – É possível monitorar diversos processos ligados à execução de obras através de um bom sistema BPMS. Conhecendo a necessidade do departamento de obras é possível criar processos específicos para atendê-las.
  • Gestão de subcontratos – A gestão inadequada de subcontratados e terceirizados é uma das principais razões para estouros de custos em projetos de construção. Com ajuda de um sistema BPMS é possível melhorar o controle de documentos e regulatórios
  • Meio ambiente e segurança do trabalho – É possível criar e gerenciar rotinas para garantir a eficiência do processo que atua no meio ambiente e na segurança do trabalho para a eliminação de acidentes por más práticas.

Como vimos, a gestão de processos na construção civil ajuda a identificar seus processos e estabelecer as melhores práticas para cada um deles. Assim, é possível aumentar a eficiência geral da construtora. 

Além disso, é importante considerar também a implementação de bons sistemas de gerenciamento de processos de negócios, para simplificar os fluxos de trabalho, minimizar desperdícios e, consequentemente, aumentar os lucros.


Aproveite que você chegou até aqui e assista ao primeiro vídeo do nosso quadro no Youtube, Giro no Mercado – Episódio 1: Construção civil com Ricardo Ortega.

https://youtu.be/EG8-44qCwxs