Reading:
Descubra se o Teste de Atenção concentrada realmente é bom para processos seletivos

Descubra se o Teste de Atenção concentrada realmente é bom para processos seletivos

6 de maio de 2020

 Vai contratar alguém e concentração e foco são requisitos importantes para a ocupação? Um Teste Atenção Concentrada pode ajudar a selecionar o candidato ideal para a vaga, mas para aplicá-los é importante conhecer muito bem essa ferramenta e sua forma de uso.

 Infelizmente muitos profissionais de RH acabam aplicando esses testes de forma inadequada e sem a supervisão de um analista do comportamento ou psicólogo, o que não é recomendado, por isso é importante conhecer bem os testes existentes para um trabalho em conjunto.

No artigo de hoje, vou te mostrar como é feito o Teste de Atenção Concentrada Vetor, que é um dos mais utilizados no Brasil. Inclusive, você deve conhecê-lo dos exames psicotécnicos para obtenção de CNH, mas como ele é utilizado em processos seletivos?

É isso que vamos descobrir agora, vem comigo!

O que é Teste de Atenção Concentrada?

Testes psicológicos são usados para entender o perfil de um determinado indivíduo, por meio da identificação de características cognitivas ou de personalidade, como sua aptidão para desempenhar determinados papéis ou seu comportamento em determinadas situações.

 Existem muitos tipos de testes de atenção concentrada e um dos mais conhecidos é o Teste AC Vetor, ou “teste das setas”. Em tese, esse teste ajuda a medir a capacidade de atenção concentrada de um indivíduo durante determinado período de tempo, a partir de um estímulo que compete com outros.

Como o teste AC Vetor é feito?

É assim: o candidato recebe uma folha com várias figuras semelhantes distribuídas aleatoriamente. Em cada linha horizontal existem 21 figuras, desse jeito:

Como o teste AC Vetor é feito?

 O participante deve marcar com um traço todas as figuras que forem iguais às três destacadas na parte superior da imagem. Em cada linha devem existir sete desenhos a serem marcados, o objetivo é manter a atenção para acertar o maior número possível. 

Como é medido o resultado do teste AC vetor?

 O avaliado terá cerca de 5 minutos para realizar o teste, depois o próprio avaliador pode marcar os resultados usando uma página de respostas, chamada folha de Crivo, onde ele vai observar os seguintes itens:

  • Acertos: figuras que foram marcadas corretamente;
  • Erros: figuras que foram marcadas e não deveriam ter sido; 
  • Omissões: desenhos que deveriam ter sido assinalados e não foram; 
  • Pontos: total de acertos subtraindo a soma de erros e omissões. 

 Ao final do teste, o psicólogo ou analista do comportamento deve consultar o percentil na tabela mais apropriada para o indivíduo. Essas tabelas levam em consideração diversos fatores, como idade e grau de escolaridade exigido para a vaga.
Vamos a um exemplo: José teve 106 acertos, cometeu 12 omissões e 4 erros. Aplicando a fórmula de correção do teste P=A-(E+O), P=106-(12+4), chegamos a pontuação 90. Para avaliar o percentil o psicólogo usa uma tabela que seja mais adequada, apenas para o nosso exemplo vamos usar a tabela abaixo:

No caso de José o percentil obtido para este resultado é 50 que é classificado como médio. Sendo assim podemos considerar sua capacidade de atenção concentrada mediana.

Vale lembrar que o percentil sempre pende para baixo. Por exemplo, se José tivesse alcançado uma pontuação de 74, seria enquadrado na faixa de 70, pois ele não atingiu os pontos necessários para se enquadrar no 75.

Fácil não é? Mas não se engane, na prática não é assim tão simples, vamos entender o porquê.

Como e quando utilizar o Teste AC em processos seletivos?

 Usar o teste de atenção concentrada, seja o vetor ou outro tipo, exige um poder de análise dos contextos, o que só pode ser feito conhecendo profundamente a ferramenta. Então se você chegou até aqui na intenção de utilizar o teste nos seu processos seletivos, tenho algumas recomendações:

 Se você quer descobrir se um candidato tem determinada competência, existem muitos testes que podem ser realizados, mas lembre-se, que as circunstâncias podem afetar os resultados.

 Por exemplo: se o candidato não teve um bom dia ele pode ter um desempenho abaixo do esperado, além disso, a tensão da entrevista pode também causar ansiedade e acabar prejudicando.

Outro ponto importante é que, se você pesquisar na internet, verá diversos vídeos mostrando como realizar o teste AC mais rápido e sem errar. Isso quer dizer que muitas pessoas já vão para a aplicação “preparadas” de certa forma,o que é muito prejudicial para a assertividade dos resultados.

É por esse motivo que qualquer teste de atenção concentrada deve ser um complemento ao processo seletivo e não carro chefe da sua decisão. A eficácia é melhor comprovada se unirmos a outros testes.

 Usar testes psicológicos sozinhos pode ser um tiro no pé e tornar o processo injusto, pois se o desempenho do candidato não for bom naquele dia por um motivo específico, e ele não tiver outra chance de refazer o teste, a empresa pode estar perdendo um talento.

Os testes psicológicos podem ser um plus para tornar seu processo seletivo mais rico. Por exemplo: se você tem dois ótimos candidatos com poucas diferenças entre eles, pode usar o teste AC como critério de desempate

Será que o teste de AC realmente mede a atenção concentrada?

Para responder a essa pergunta você precisa entender o conceito de atenção. Segundo a psicologia, existem vários 4 tipos:

Atenção concentrada  

É a capacidade de responder especificamente a um estímulo, ignorando todos os outros que estejam competindo o foco da pessoa. É necessário um alto nível de atenção e concentração para isso.

Atenção dividida ou alternada

 Quando o indivíduo está fazendo mais de uma coisa ao mesmo tempo e precisa dividir a atenção em dois ou mais estímulos, mantendo-se concentrado em ambos. Por exemplo: assistir um filme e olhar o celular. Por um tempo a pessoa conseguirá prestar atenção em ambos, mas como essa é uma habilidade limitada, quando a prática começa a exigir mais atenção, logo ela terá dificuldade e precisará focar em apenas uma.

Atenção sustentada

É a capacidade de se manter concentrado durante um longo período de tempo. Essa atenção é utilizada em tarefas que demoram mais, como escrever um artigo ou estudar durante muitas horas. 

Atenção seletiva

 Envolve a capacidade de mudar o foco e alternar entre diferentes estímulos. O indivíduo que tem essa habilidade consegue selecionar onde vai focar sua atenção sem necessariamente esquecer dos outros focos.

Por exemplo: quem vai preparar um jantar e precisa cuidar simultaneamente de cada receita, precisa da atenção alternada para fazer isso bem.

E como isso influencia o Teste AC?

O teste AC vetor é bem tradicional e já foi usado em muitas situações, mas existem especialistas como Fabián Javier Marín Rueda e Fermino Fernandes Sisto que sugerem que na verdade ele se enquadraria melhor como um teste de atenção dividida.

 Isso porque o teste AC vetor, utiliza três estímulos que competem entre si, levando o cérebro a alternar os focos de atenção, o que não combina muito com a atenção concentrada onde o foco é único. 

Isso explica porque ele é tão comum entre os exames psicotécnicos para tirar a CNH, quando a atenção dividida é essencial.

 Por isso testes de atenção concentrada mais modernos já são feitos com apenas um estímulo. Lembrando que esses testes são criados por especialistas, com base em muito estudo e análise e validados pelo Conselho Federal de Psicologia.

Isso quer dizer que o teste AC não é válido para processos seletivos?

Não. Isso apenas reforça a necessidade de dominar as ferramentas e sempre buscar a ajuda de profissionais especializados, como psicólogos e analistas do comportamento. O RH pode utilizar muitos testes psicológicos, mas é preciso entender as necessidades e as combinações de testes adequadas para cada situação.

Então é isso, fica a reflexão e tomara que esse conteúdo tenha te ajudado a entender melhor como os testes AC podem ser aplicados em processos seletivos de RH.

Comente aqui a sua opinião e nos ajude a enriquecer a discussão.😉

Leia também: Como fazer um onboarding de RH a distância com sucesso?

Comentários do Facebook

Related Stories

Arrow-up