4 tipos de sistemas para construtoras indispensáveis

Quer saber qual o melhor sistema para construtora? Primeiro você precisa conhecer os tipos de softwares que podem ajudar o seu negócio. Neste artigo, separamos 4 bons exemplos de ferramentas para te ajudar. ...

13 julho, 2022 6 min de leitura Autor: Suelen Hofrimann

Engenheiro ou construtor masculino em roupas de trabalho usando tablet para verificar dados sobre mercadorias representando a importância dos sistemas para construtoras.

A escolha de um sistema para construtora deve ser analisada com muita atenção, pois é parte muito importante da estratégia e estrutura da empresa.

Gerenciar uma construtora exige cuidado e agilidade. Expandir a eficiência do negócio envolve fazer a gestão da obra, administrar a compra de materiais – sempre buscando as melhores oportunidades – gerenciar a parte burocrática e manter a ordem nos processos de backoffice.

Por isso, tanto as atividades ligadas à obra quanto as paralelas à ela são essenciais para evitar contratempos, prejuízos e atrasos na sua construtora. No entanto, tudo isso significa muito trabalho! Portanto, não dá pra dispensar a ajuda da tecnologia. 

Neste artigo você conhecerá 4 tipos de sistemas para construtoras que podem fazer toda a diferença na gestão do seu negócio. Mas antes, precisamos entender os objetivos da gestão de TI nas empresas de construção civil.

 

Gestão de TI para construtoras

Um sistema que resolve tudo não existe. Embora existam soluções bastante abrangentes, que desempenham bem o papel de oferecer uma base de trabalho razoável, otimizar a estrutura tecnológica da sua construtora pode representar o uso de mais de um sistema. Por isso, as integrações são tão importantes.

O sucesso da TI nas empresas de construção está em compor uma solução completa através de sistemas que se integrem de maneira eficaz. É um quebra-cabeças no qual a equipe de TI encaixa as peças que melhor suportam as necessidades da empresa.

Quando este trabalho é negligenciado, os times enfrentam as consequências das brechas deixadas pelas soluções. Mas a estratégia de TI também deve levar em consideração as prioridades, os impactos, o orçamento disponível e a maturidade dos processos antes de implementar um novo sistema.

Baseado nisso, a seguir, você conhecerá alguns tipos de sistemas para construtoras que podem ser usados na sua empresa.

 

Sistema de gestão de obras

O sistema de gestão de obras é a tecnologia mais específica que veremos para o mercado de construção civil. Mais adiante, você entenderá que outros tipos de softwares são mais genéricos e podem ser utilizados em qualquer tipo de negócio.

No caso do software de gestão de obras, como o nome já diz, estamos falando de um conjunto de elementos especialmente desenvolvidos para atender às necessidades relacionadas ao planejamento e acompanhamento da obra.

Estão previstos, geralmente, nas aptidões do sistema de gestão de obras:

  • planejamento do projeto;
  • orçamentos;
  • controle de medições;
  • gestão de materiais;
  • geração de relatórios;
  • acompanhamento das etapas das obras;
  • pós-obras;
  • e outras funcionalidades que variam de acordo com cada software/módulo.

Um sistema de gestão de obras ajuda na organização e gerenciamento do projeto, ajudando os gestores a visualizarem pontos críticos e oportunidade de melhoria nos projetos.

 

ERP

Diferente de um sistema de gestão de obras, o ERP é um sistema generalista. Isso quer dizer que ele pode ser usado em qualquer tipo de negócio. No entanto, existem alguns softwares que oferecem módulos específicos para necessidades da construção civil, assim, é preciso analisar bem as opções.

Alguns profissionais consideram o ERP o sistema mais importante em qualquer empresa, pois nele se concentram todas as informações essenciais do negócio. Nas construtoras, o ERP tem o papel de centralizar dados, facilitando a operação, visualização e tomada de decisões.

O ERP, geralmente, está mais direcionado às necessidades de departamentos das áreas de negócios, como financeiro, faturamento, compras, contabilidade, RH e outros. 

 

CRM

 Também pode ser interessante, à medida em que o seu negócio cresce, automatizar o relacionamento com os clientes através de um CRM. Este tipo de sistema é muito utilizado pelos departamentos de marketing, comercial e pós-vendas para mecanizar as interações com os customers – antes, durante e depois do processo de compras.

O CRM é um sistema que permite a organização, visualização e captação de dados dos potenciais clientes. Assim, é possível planejar e executar ações e abordagens de relacionamento, prospecção, promoção e fechamento de negócios.

É uma ferramenta que ajuda muito a expandir as oportunidades de negócios, reduzir erros e padronizar o processo de vendas, elevando a qualidade dos atendimentos e diminuindo os ruídos de comunicação.

 

BPMS

O BPMS é um sistema específico para gestão de processos. Com ele, é possível orquestrar demandas entre áreas, integrar os diferentes sistemas e trazer sentido para a operação, eliminando silos e promovendo o trabalho integrado.

Esse tipo de sistema é ideal para empresas que realmente querem evoluir seus processos, aumentando a eficiência e garantindo uma qualidade superior nas suas operações, possibilitando a melhoria contínua.

Construtoras são compostas por diversos postos de trabalho espalhados em diferentes locais (escritórios e canteiros de obras). Um BPMS ajuda a melhorar o trânsito de informações, documentos e ações entre esses pontos, diminuindo prejuízos, atrasos, erros ou irregularidades.

É um sistema que pode atender demandas de:

  • RH – controle de documentos de admissão, demissão, gestão de terceiros, controle de pedidos, dossiê de funcionários.
  • Financeiro – controle de notas fiscais, pedidos de pagamentos e organização de centros de custos.
  • Compras – gestão de pedidos, aprovações, fornecedores e prestação de contas
  • Gestão de documentos – fiscais, trabalhistas, contratuais e financeiros.
  • Fluxos variados de atividades de backoffice.

O BPMS é um sistema essencial para consolidar a estratégia de TI, pois através dele é possível resolver as questões não atendidas pelos outros sistemas. 

Para saber se os softwares utilizados na sua empresa estão deixando algumas brechas, observe se sua equipe usa planilhas e e-mails para realizar atividades que deveriam ser suportadas por tecnologia. Digitar informações de um sistema em outro também pode indicar que uma melhoria precisa ser feita.

O Holmes é um BPMS bastante enxuto que atende diversas construtoras em seu rol de clientes. Se você chegou até aqui, aproveite para conhecer melhor o nosso sistema e entender como ele pode ajudar a sua empresa.

Veja a seguir o bate-papo entre o nosso CEO, Rafael Martinelli, e o Controller da construtora Itinera (cliente Holmes), Ricardo Ortega, profissional com mais de 20 anos de experiência no ramo da construção civil

 

https://youtu.be/EG8-44qCwxs

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email!